30 de setembro de 2014

Recetor A/V Marantz NR-1605


 
A premiada linha de recetores A/V “slim line” da Marantz acaba de receber um novo membro, o NR-1605. Este recetor A/V oferece todas as funcionalidades que se esperam de um equipamento “full size” mas é baseado no mesmo chassis compacto dos leitores de CD e de Blu-ray da marca.
Num componente com as habituais dimensões dos equipamentos de alta-fidelidade mas com apenas 10,5 cm de altura, a Marantz conseguiu incorporar tudo o que se espera de uma máquina concebida para ser o centro do entretenimento doméstico.
E não lhe falta praticamente nada: sete canais de amplificação; Dolby True HD e DTS-HD; suporte para segunda zona (5.1 + 2.0); conectividade Ethernet, Wi-Fi e Bluetooth; oito entradas HDMI (7 + 1 frontal); 5 entradas de vídeo analógico (3 compósito + 2 componente); 5 entradas de áudio (3 analógico + 2 digital); entrada USB compatível iPod/iPhone/iPad; correção automática da acústica da sala (Audyssey MultEQ); e, claro, suporte para vídeo 4K.
Todas as funcionalidades digitais e de ligação em rede esperadas de um equipamento de última geração estão também presentes. O NR-1605 oferece Internet radio, conectividade AirPlay, suporte para Spotify Connect, reprodução “gapless” e streaming DSD. A conectividade sem fios integrada permite a reprodução direta de música a partir de dispositivos móveis como smartphone, tablets e computadores portáteis.

Tudo como nos grandes
Mas porquê concentrar num pequeno chassis tanta funcionalidade? A resposta chama-se “WAF”, ou “Wife Acceptance Factor”, um termo popular no mundo da alta-fidelidade e que joga com os estereótipos que tipicamente atribuímos aos membros de um casal.
A ideia é a de que a metade masculina procura desempenho sem se preocupar com quaisquer outras questões; e que a metade feminina procura sobretudo estética – ou pelo menos um equilíbrio entre o desempenho e a estética. Nesta lógica, um equipamento com “WAF elevado” será algo que agradará a um dos elementos do casal mas não necessariamente a ambos.
Por isso, a busca pelo equipamento de cinema-em-casa perfeito termina muitas vezes em frustração, quando a máquina com todas as funcionalidades pretendidas por um dos membros do casal possui dimensões e/ou uma estética que colide com o espaço disponível, a integração no décor doméstico, os requisitos da cara-metade ou… com o simples bom senso.
E temos que admitir que os recetores de cinema-em-casa, com os seus múltiplos canais de amplificação e enormes e pesadas caixas, são dos principais culpados pelos atropelos à harmonia doméstica.
É aqui que entra o Marantz NR-1605. Usando o mesmo chassis e dimensões dos leitores de CD e Blu-ray da marca, este recetor A/V apresenta um completo leque de funcionalidades com o qual a Marantz prova que é possível criar o melhor de dois mundos.
Distribuído em Portugal pela Infinite Connections, o Marantz NR-1605 está disponível em Preto e em Silver Gold – uma cor tradicionalmente usada pela Marantz nos seus equipamentos topo-de-gama – por um preço de €799.