25 de outubro de 2012

Consolette: A obra-prima da Marantz para a era digital


marantz consolette
A Marantz, distribuída em Portugal pela Infinite Connections, apresenta a Consolette, o primeiro produto áudio topo-de-gama criado de raiz para a reprodução de áudio digital – uma verdadeira “doca audiófila”. Sabemos que a Marantz Consolette é algo de diferente e especial a partir do momento em que a vemos pela primeira vez. O painel frontal e os controlos foram esculpidos em alumínio sólido; o painel traseiro, curvo, foi criado a partir de uma única peça de madeira de nogueira; o berço retrátil para acomodar equipamentos iPod/iPhone[1] inspira solidez e confiança. Claro que a estética e a presença do equipamento, só por si não chegam. Por isso, a Marantz assegurou-se que, ao funcionar, a Consolette não se limita a reproduzir áudio de alta qualidade: apesar das suas dimensões, este é um equipamento capaz de inundar uma sala com toda a energia, emoção e paixão das peças musicais mais complexas e exigentes. O que não admira, quando descobrimos que os circuitos digitais do equipamento oferecem um total de 150 Watts de potência[2] e que a Consolette incorpora não um mas dois subwoofers, para uma resposta de graves rica e profunda, Com uma afinação “reference quality” feita pelo lendário engenheiro de som japonês Ken Ishiwata, a Marantz Consolette garante a reprodução do mais pequeno detalhe com uma precisão notável.

 Flexibilidade digital

O look clássico e intemporal da Marantz Consolette esconde um equipamento voltado para o futuro do áudio. O suporte para Apple AirPlay garante a compatibilidade para reprodução a partir de qualquer dispositivo iOS (iPod, iPhone e iPad). A reprodução sem fios a partir de dispositivos Android e equipamentos de armazenamento em rede tipo NAS é igualmente suportada. As ligações cabladas também não foram esquecidas. Tomada de rede Ethernet, entrada auxiliar de linha para qualquer equipamento (através de cabo com ficha standard mini-jack de 3,5 mm) e entrada USB garantem a utilização de praticamente qualquer dispositivo de reprodução de áudio atual e futuro. Um controlo remoto igualmente premium e com a mesma linha estética da Consolette é incluído. No entanto, os possuidores de dispositivos móveis iOS e Android podem igualmente controlar o seu equipamento à distância com uma App Consolette disponível gratuitamente nas lojas iTunes e Google Play.

Som em grande

O desempenho áudio da Marantz Consolette resulta da conjugação de três fatores: a caixa, com o seu painel em madeira de nogueira; a amplificação Classe D com processador digital de sinais; e os altifalantes especialmente concebidos para este equipamento. O resultado é uma dispersão do som de 180 graus a partir da Consolette que é capaz de facilmente encher uma sala de grandes dimensões. A Marantz incorporou na Consolette quatro altifalantes especiais: duas unidades de graves de alto de desempenho de 110 mm de diâmetro; e duas unidades chamadas BMRs (iniciais de Balanced Mode Radiator), concebidas para uma dispersão uniforme do som e um desempenho de crossover melhorado. O resultado é que, ao contrário de praticamente todas as “docas” do mercado, a Consolette não possui um “sweet spot” irritante – um único ponto em que a imagem estereofónica é perfeita. Com as unidades BMR, a imagem estéreo da Consolette é claramente mantida em toda a sala – uma experiência incrível, especialmente tendo em consideração as pequenas dimensões do equipamento. A Marantz Consolette já está disponível no mercado português, em preto (Silk Black) ou branco (Silver White), por um preço aproximado de 1.099 euros.

Mais informações: http://www.marantz.eu/consolette


[1] Conetor de 30 pinos. Compatibilidade total com outros dispositivos Apple via tecnologia sem fios AirPlay.[2] 6x25 Watts com amplificador Classe D de alto rendimento